Campanhas de Crowdfunding: como começar?

Você sabia que apenas ⅓ das campanhas de crowdfunding têm sucesso? Parte disso é por conta da sua atratividade, outra parte é algo que uma grande parcela das pessoas não sabe: parte do sucesso dependerá do que aconteceu antes da campanha e não durante seu curso. Agora, se você já possui uma comunidade de usuários suficiente para embarcar no mar do financiamento coletivo, chegou ao lugar certo! No post de hoje, você vai saber como iniciar sua campanha e fazer parte do ⅓ que garante o sucesso.

 

Considere o tempo de preparação

Muitos subestimam a quantidade de esforços para atingir uma meta. É tolice pensar que apenas inscrevendo seu projeto em uma plataforma a magia acontecerá. Não! Dependendo do segmento da sua produção de conteúdo, produto, serviço ou, simplesmente, quão alto é o objetivo que almeja alcançar, é provável que leve entre 8 ou 12 semanas de preparação. Existem projetos que permanecem em preparação até um ano antes do lançamento oficial. Isso é normal. Até porque, essa etapa também pode ser influenciada pelo orçamento que você idealizou.

 

Estude outras campanhas de crowdfunding

Selecione o máximo de campanhas semelhantes ao seu segmento, promovidas em várias plataformas diferentes. Separe os resultados entre as bem-sucedidas e as fracassadas. Verifique se há um padrão para o sucesso de umas e falha de outras e utilize essas informações para comparar com o seu projeto. Para uma pesquisa eficiente, não se prenda apenas às plataformas de financiamento coletivo. Separe duas campanhas que tenha chamado sua atenção e aprofunde-se na pesquisa com as seguintes reflexões:

  • As metas condizem com os valores que planejou para o seu projeto?
  • Quais os tipos de recompensas que premiam aos colaboradores?
  • Quais recursos a campanha utilizou para falar sobre o projeto?

Essas são questões básicas, das quais podem gerar outras que cabem à sua campanha de crowdfunding. Outra atitude que auxilia em uma comparação eficiente é avaliar as redes sociais das campanhas bem-sucedidas. Analise a relevância do projeto aos seus seguidores por meio do relacionamento com os usuários, volume e teor das publicações ou mesmo, cadastre-se para receber newsletter e observe a frequência de envio. Esse processo árduo vai evitar muita dor de cabeça lá na frente e até dará uma mãozinha para um insight, quem sabe?!

 

Pesquisa em mãos? Escolher a sua plataforma de crowdfunding!

Se você é produtor de conteúdo, indicamos as plataformas que possuam o serviço de financiamento recorrente, assinaturas mensais que geram relação de longo entre o colaborador e o colaborado. É uma excelente opção, caso seu canal seja mantido por tempo indeterminado.

Agora, se você está desenvolvendo um produto, serviço ou criando uma startup, uma campanha de financiamento coletivo com tempo pré-determinado já resolve para arrecadar a quantidade de dinheiro estabelecida. Porém, atente-se! Cada site possui suas regras. Por exemplo, muitas plataformas brasileiras utilizam dois tipos de financiamento com tempo determinado: flexível ou tudo-ou-nada. No financiamento flexível, independente da campanha ter atingido o objetivo ou não, o colaborado recebe tudo o que arrecadou. Já no tudo-ou-nada, o projeto só receberá o dinheiro se atingir a meta. Caso contrário, todo o dinheiro é devolvido aos colaboradores.

Na escolha da melhor plataforma para o seu projeto, também é importante saber o valor das taxas administrativas de cada uma delas. Todas as plataformas possuem uma taxa que variam entre 8% e 20%. Basta pesquisar o site que mais tem pontos positivos de acordo com as exigências do seu projeto e começar!

Você curtiu este post sobre como começar sua campanha de crowdfunding? Lembrou-se de outras dicas? Então deixe um comentário neste texto e compartilhe, com a gente e com outros leitores, a sua opinião e as ideias que valeram a pena para o seu projeto!