Confira 7 dúvidas sobre plataformas de crowdfunding

O financiamento coletivo é uma excelente oportunidade para os produtores de conteúdo aumentarem seu engajamento e garantirem lucros alternativos. No entanto, escolher uma boa plataforma de crowdfunding é um verdadeiro dilema: optar pela ferramenta com uma longa história ou aquela mais nova e moderna?

É importante conhecer o tipo de garantia e assistência da qual receberá logo após concordar com os termos de uso ou quantas taxas estão envolvidas no decorrer das transações. São muitas definições, mas não se preocupe! Estamos aqui para dar uma mãozinha com escolha da melhor plataforma por meio das principais dúvidas. Confira!

1. Qual é a história da plataforma?

Atualmente, existem diversos sites de financiamento coletivo com as mais diferenciadas finalidades. Por conta disso, descobrir há quanto tempo a plataforma está no ar, quantas campanhas de levantamento de fundos foram publicadas e quantas reclamações de fraudes foram encontradas relacionadas a ela é importantíssimo.

Contudo, é válido destacar que embora as opções populares tenham mais histórias para apresentar, as novas plataformas não devem ser descartadas. Uma boa maneira de entender essa reputação é possível por meio das primeiras ações no mercado e como ela interage nas redes sociais.

Publicações em grupos de discussão, conteúdos relevantes em mídias digitais e outras formas de interação com o público são ótimos indicadores de reputação e autoridade. Esse método mostra que a empresa está constantemente conectada e pronta para oferecer assistência necessária aos criadores de campanha.

2. Como posso coletar informações sobre os meus colaboradores?

A grande vantagem das campanhas de financiamento coletivo pontual e financiamento recorrente além de arrecadar fundos, é a conquista de novos colaboradores, dos quais serão essenciais para o sucesso do seu conteúdo a longo prazo. Para isso, é imprescindível saber quais informações relacionadas serão coletadas e quais você terá livre acesso, como referências demográficas, de gêneros, valores colaborados, entre outras informações.

3. Quais taxas vou pagar?

Cada plataforma tem suas inúmeras composições de taxas diferentes. Alguns sites estabelecem taxas fixas, cobram determinado valor por transação ou recebem uma porcentagem das colaborações.

No geral, tarifas de processamento do cartão de crédito também costumam ser cobradas. Avalie os valores envolvidos em todas as etapas do procedimento e nunca se esqueça de ler atentamente os termos e condições de uso da plataforma escolhida.

4. A plataforma é flexível?

A flexibilidade da plataforma deve ser suficiente para facilitar sua captação de recursos. Pensando nisso, leve em conta as restrições relacionadas às localizações geográficas dos colaboradores, tempo limite de uma campanha de financiamento coletivo pontual ou quão alto poderá definir sua meta no que se refere ao financiamento recorrente.

5. Serei capaz de contar minha história com vídeos?

Campanhas com vídeo de lançamento aumentam em quatro vezes a relevância de uma proposta de crowdfunding. Isso mostra quão influente é uma plataforma que aceita o upload de vídeos conforme as atualizações do seu projeto.

6. Como a plataforma ajudará a divulgar minhas campanhas?

Como você deseja divulgar o seu projeto de financiamento coletivo? Verifique se a plataforma integra ferramentas de compartilhamento nas redes sociais, e-mail e outras mídias. Isso permite que tanto você como seus colaboradores possam espalhar a palavra sobre sua produção de conteúdo e projeto de crowdfunding.

7. Que apoio à arrecadação de fundos será oferecido pela plataforma?

Nem todos os produtores de conteúdo têm experiência em arrecadação de fundos por meio de campanhas de crowdfunding. Em vista disso, avalie se a plataforma oferece suporte necessário em todos os processos do seu projeto, verifique se existem profissionais especializados para dar uma mãozinha no decorrer da sua campanha, entre outras questões relevantes para evolução do seu conteúdo.

Você curtiu essas questões relacionadas às plataformas de crowdfunding? Então continue com a visita em nosso blog, leia agora mesmo o artigo “Produção de conteúdo: 6 dicas para criar engajamento online” e aumente seu conhecimento no assunto!