Financiamento Coletivo

Financiamento coletivo para músicos: 7 dicas para um projeto de sucesso

financiamento coletivo para músicos | colabora.aí!

O financiamento coletivo para músicos é uma excelente maneira de arrecadar recursos para a locação de estúdios, custear viagens ou gravar o primeiro álbum. No entanto, tudo isso envolve muito planejamento e preparo. Até porque, muitos projetos acabam fracassando devido ao planejamento ineficiente ou metas irreais.

Se você é músico e deseja criar o seu projeto de financiamento coletivo para arrecadar dinheiro para dar continuidade em sua carreira, neste post reunimos algumas dicas para ajudá-lo nessa jornada. Continue acompanhando e confira!

1. Mantenha a sua personalidade

Já comentamos que um dos fatores que deixa o lançamento do seu projeto mais atraente é o vídeo. Contudo, manter a sua personalidade é a chave para aumentar o interesse dos primeiros colaboradores para o seu trabalho e criar a sua reputação.

Isso se aplica a todos os aspectos. Permanecer fiel à sua identidade é essencial, independentemente do meio pelo qual decida fazer sua divulgação: vídeo, imagem ou texto. Manter seu humor e sua crença abre espaço para que outras pessoas se sintam representadas e à vontade para colaborar.

2. Comunique aos fãs sobre o seu planejamento

Vamos supor que você seja uma pessoa bem-humorada e mostre isso para todo mundo. É sensacional! Entretanto, é fundamental mostrar que você levou a sério o planejamento e o orçamento para que os possíveis colaboradores possam levar o seu projeto a sério também. Afinal, ninguém que dar dinheiro para pessoas que não planejam o uso desses recursos.

Portanto, as informações devem estar bem organizadas em sua página. Às vezes, criar uma linha do tempo dá uma mãozinha na hora de explicar por que as pessoas devem colaborar com o seu projeto. Visto que a transparência é um atributo muito relevante para estabelecer confiança.

3. Ofereça recompensas criativas

Lembrando que as recompensas devem ser criativas e não irreais, pois isso pode colocar a sua banda em sérios apuros. Um erro comum é não considerar despesas de entrega, por exemplo.

Caso queira enviar uma lembrança de agradecimento, tenha em mente que existe a possibilidade de um colaborador do Pará desejar colaborar com uma banda do Rio Grande do Sul para receber determinado brinde pelo correio e as despesas com entrega serão bem salgadas.

Nesse caso, é interessante refletir sobre essas situações durante a elaboração do orçamento. Isso não significa que não deva desenvolver recompensas físicas, mas poderá limitar o envio apenas para o seu estado ou região do país.

Desse modo, você terá mais controle sobre as entregas. O ideal é criar recompensas acessíveis, como a liberação do primeiro singles aos que colaborarem com determinados valores ou a inclusão do nome de colaboradores no álbum em questão.

4. Solicite que amigos e familiares colaborem logo no início

A probabilidade de uma pessoa que não conhece sua banda colaborar com o seu projeto é mínima. Ainda que isso seja possível, é sempre bom apelar para os amigos e familiares.

Peça para dezenas de pessoas próximas para colaborarem e divulgarem suas ações nas redes sociais. Isso faz com que outros usuários desconhecidos se sintam mais propensos a financiarem o seu trabalho também.

5. Desfrute da sua rede de contatos

A plataforma de financiamento coletivo tem como finalidade gerar recursos para o alcance dos seus objetivos. Porém, criar o seu projeto e esquecer da existência dele não vai fazer o dinheiro entrar. Para isso, é necessário fazer um bom plano de marketing.

Embora a plataforma já colabore com a divulgação do seu projeto por meio de publicação em redes sociais e envio de newsletter aos usuários cadastrados, você também precisa elaborar seu método de comunicação com potenciais colaboradores.

Não limite sua empolgação apenas durante o lançamento do projeto. Continue alimentando seus colaboradores com mais informação sobre você e sempre crie publicações para comemorar metas atingidas. Isso mantém o comprometimento, tanto da banda, como das pessoas que a admira.

6. Prepare-se para os imprevistos

Imprevistos acontecem! Para isso, é importante ser flexível para ajustar algum ponto do seu projeto a qualquer momento depois do lançamento. O que funciona para um músico, pode não funcionar para outro e, por querer se inspirar em algum artista o erro é certo. Mas uma coisa devemos afirmar: isso é totalmente normal. Não se preocupe. Basta respirar e pensar em outra estratégia.

É primordial que você pesquise e planeje, mas precisa entender que seu público pode ser bem menor que de outros músicos, o que torna a meta de R$ 3.000 mais realista que a meta de R$ 20.000 de outros projetos similares. Ou, você pode criar mais recompensas com valores menores para atrair mais colaboradores.

7. Mantenha-se conectado com seus colaboradores

Saiba que eles se tornarão seus maiores fãs, uma vez que são elementos fundamentais para o seu crescimento. Manter a conexão com eles, aumenta as chances de muitos deles divulgarem seus álbuns com suas redes de contatos, afinal, também deram uma mãozinha para que tudo isso acontecesse.

Fortaleça o relacionamento deixando-os informados sobre os avanços em sua carreira e como você está usando o dinheiro. Você pode até pensar que publicar fotos da sua banda ensaiando seja desnecessário, mas as pessoas que não estão envolvidas no meio musical adoram a atmosfera dos bastidores.

Todas essas dicas são diretrizes para um bom de projeto de financiamento coletivo para músicos. Se você gostou deste conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais para que muitas outras pessoas possam conhecer essas dicas. Aproveite também para cadastrar o seu projeto em nossa plataforma. Basta acessar nosso site e criar!

Comment here